quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Vestindo-se de Reiki





Vestindo-se de Reiki
  
Vestir-se de Reiki é uma técnica do Reiki para equilíbrio, proteção e amparo que pode ser utilizada antes de todas as aplicações e práticas do Reiki, sendo usado por reikianos de todos os níveis, utilizando somente Cho Ku Rei os reikianos nível 1.

Desta forma nos protegemos das energias dispendidas das pessoas e ambientes durante as sessões, e nos mantemos em equilíbrio com os símbolos sagrados do Reiki.

Abaixo segue os níveis separado, pois cada nível do Reiki o reikiano recebe símbolos diferentes.


 Auto Preparação Reikiano 3

1. Desenhe na sua frente um grande Dai Koo Myo, repetindo o seu nome por três vezes.
2. Traga o símbolo para si como se o estivesse vestindo.
3. Repita o mesmo procedimento acima com os símbolos, na seguinte ordem: Dai Ko Myo, Cho Ku Rei, Sei He Ki e Hon Sha Ze Sho Nen.
4. Desenhe pequeno Cho Ku Rei, repetindo seu mantra por três vezes, nos pés e em cada chakra, começando pelo básico até o coronário.
5. Desenhe na sua mão um Dai Koo Myo repetindo o seu mantra por três vezes. Repita o mesmo procedimento acima, com os símbolos na seguinte ordem: Dai Ko Myo, Cho Ku Rei, Sei He Ki, Hon Sha Ze Sho Nen.



Auto Preparação Reikiano 2

1. Desenhe na sua frente um grande Cho Ku Rei, repetindo o seu nome por três vezes.
2. Traga o símbolo para si como se o estivesse vestindo.
3. Repita o mesmo procedimento acima com os símbolos, na seguinte ordem: Sei He Ki e Hon Sha Ze Sho Nen.
4. Desenhe pequenos Cho Ku Rei, repetindo seu mantra por três vezes, nos pés e em cada chakra, começando pelo básico até o coronário.
5. Desenhe na sua mão um Cho Ku Rei repetindo o seu mantra por três vezes. Repita o mesmo procedimento acima, com os símbolos na seguinte ordem: Sei He Ki, Hon Sha Ze Sho Nen.


Mantenham-se sempre preparados para o Reiki, se quiser, vista-se de Reiki após sua ducha matinal, assim a qualquer momento que quiser usar o Reiki já está vestido. Sua duração tem o prazo conforme sua prática, nível e sua conexão com os símbolos e egrégora do Reiki, siga sempre sua intuição.

Gratidão!!

Felipe Argüello

Reiki Master

#UsuiShikiRyoho

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Técnica da Esfera de Proteção Reiki




Técnica da Esfera de Proteção Reiki


Ao atingir o nível 3 do Reiki, o reikiano passará por situações que podem oferecer maiores adversidades, pois está sendo preparado exatamente para isso, logo precisa se proteger mais. Esta técnica, que é excelente, recomenda-se toda vez que for realizar uma sessão de Reiki. Recomenda-se muita concentração para realizá-la, com a certeza de que os resultados são ótimos. Um outro uso muito especial para esta esfera é poder meditar dentro dela ou criar esta esfera para quem estiver recebendo Reiki à distância, ao término do envio do Reiki.


Lembre-se: Ela pode receber não só pessoas dentro dela, mas também ambientes.


Este sistema foi desenvolvido por diversos Mestres em Reiki e funciona muito bem.



Passos para a construção da esfera:


1. Conecte-se à Energia do Reiki;

2. Desenhe o Yantra CHO KU REI nas seis direções ao redor de seu corpo (norte, sul, leste, oeste, acima e abaixo);

3. Em seguida desenhe o Yantra DAI KOO MYO do tamanho de seu corpo (ao longo do corpo);

4. Desenhe o Yantra HON SHA ZE SHO NEN sobre sua cabeça;

5. Finalmente, desenhe o Yantra SEI HE KI no Terceiro Olho;

6. Termine decretando que a esfera criada a partir destes três círculos é para lhe proteger contra toda manifestação de energias negativas de qualquer ordem e permita ao Reiki fluir na esfera, através dos três círculos que conectam ao Yantra CHO KU REI.

Obs.: Esta esfera tem validade energética de 72 horas.


#usuishikiryoho

domingo, 2 de agosto de 2015

Limpeza e proteção de ambientes com os Símbolos do Reiki




Limpeza e proteção de ambientes com os Símbolos do Reiki
Uma técnica de resultados rápidos!


Pensamentos, emoções e ações impregnam o ambiente.

Tudo o que você vivencia num ambiente, desde pensamentos, emoções e ações, geram energias que são desprendidas na forma de pequenas ondas que são absorvidas pelas estruturas do local e ficam nele registradas.

As paredes, o teto, o piso, os objetos registram essas energias desprendidas, que ficam impregnados com elas.

Quando pensamentos, emoções e ações são frutos de padrões considerados negativos ou ruins, as pequenas ondas formadas e desprendidas reverberam pelo ambiente e se acomodam em locais de difícil acesso, onde raramente as energias são movimentadas e lá acabam se fixando e se acumulando, como se fossem poeira.

A energia do ambiente influencia a Energia Vital.

Quando um ambiente está energeticamente sujo, as pessoas que frequentam o local podem sentir toda espécie de sensações físicas, mentais ou emocionais, pois as energias de baixa vibração desarmonizam e desequilibram diretamente a energia humana, afetando o livre fluxo da energia vital.

Insônia ou sonolência, tristeza, apatia, desânimo, angústias, ansiedade, irritação e até mesmo a depressão podem ser indícios de um ambiente impregnado negativamente.

Até mesmo a saúde do corpo físico recebe interferências das energias do ambiente, que pode fortalecer-se num ambiente energeticamente saudável, ou enfraquecer-se quando em contato com energias negativas por muito tempo.

Ambientes energeticamente limpos, organizados, equilibrados geram boas sensações: leveza, bem-estar, tranquilidade, contentamento interno e paz.

A qualidade de vida melhora muito quando a sua casa ou o seu local de trabalho estão impregnados de boas energias.

Qual a importância da limpeza de ambientes?

Num ambiente onde as energias estão positivas e equilibradas, as pessoas são estimuladas naquilo que elas trazem de melhor dentro de si mesmas.

Bons pensamentos, emoções, ações e sensações positivas se apresentam constantemente, facilitando o contato com a Essência Divina.

Ambientes iluminados, arejados, organizados e limpos, tanto no físico quanto no energético, facilitam a sensação de saúde e bem-estar.

Símbolos do Reiki: um excelente recurso de limpeza e proteção.

Diversos são os recursos que você pode usar para limpeza de um ambiente.

O que poucos sabem é que os Símbolos do Reiki, quando utilizados de forma correta, realizam uma excelente e eficaz limpeza e purificação de todas as energias em qualquer ambiente.

Ensinados no Reiki II, a Harmonização de ambientes com os Símbolos do Reiki é muito simples e fácil de usar, eleva as vibrações e a qualidade da energia, enquanto limpa, purifica, harmoniza e, consequentemente, traz proteção.

Com isso, as pessoas sentem vibrações de paz e amor, propiciando nesse ambiente a energia de entendimento, respeito e conciliação.

Reiki: uma energia amorosa!

O Reiki é uma energia amorosa e quando você usa a técnica de Harmonização de ambientes com os Símbolos do Reiki, todo o ambiente fica impregnado com essa energia amorosa, promovendo um sentimento de amor entre todos os que vivem ou trabalham ali.

Um lembrete: E não se esqueça de que viver com amorosidade é a essência do desenvolvimento saudável e equilibrado.

Reiki é o caminho do coração!
Mestre Marcos Simões

terça-feira, 28 de julho de 2015

Ordem Cronológica da história do Reiki




Ordem Cronológica em que a história do Reiki ocorreu
por Gilberto Silva



1865 Nasce Mikao Usui, o Descobridor da Energia Reiki.

Em 15 de agosto de 1865, nasceu Mikao Usui, numa vila próxima a cidade japonesa de Nagoya.
Ele teria frequentado uma Escola Budista Tendai, próxima ao Monte Kurama, que é sagrado para os budistas. De família com tradição samurai, Usui estudou profundamente medicina oriental, psicologia budista, religião, artes marciais e ervas como era a tradição cultural do seu povo na época.
Teria viajado para a China e Tibete, onde entrou em contato com várias técnicas da medicina tradicional chinesa e tibetana, e obteve acesso alguns textos que falavam a respeito da cura por meio das mãos, o que lhe interessou muito, seu interesse foi tanto que ele passou a pesquisar e procurar saber de outros mestres da época o que seria e como funcionava está técnica de cura pelas mãos, porém ele não teve a resposta que procurava ninguém sabia como era possível captar e transmitir uma energia sem ser a sua, ou como curar outras pessoas.
Mas ele não desistiu, continuou a buscar esse conhecimento, em livros e meditações.

1922 Descoberta da energia Reiki

Em março de 1922, Mikao Usui em uma das meditações que durou 21 dias no Monte Kurama, localizada a aproximadamente 25 quilômetro ao norte de Kyoto no Japão, após jejum, cânticos e orações, uma forte luz branca desceu sobre ele, provocando um estalo imenso no seu cérebro, ao ponto de perder os sentidos, quando acordou, viu por todos os lados as imagens dos símbolos Reiki em sânscrito e a nova modalidade da Terapia Reiki, desta vez de forma a ser transmitida para qualquer pessoa.

Os Primeiros depoimentos da cura por meio do Reiki

Mikao Usui, após receber a canalização da energia Reiki, não se sentia mais cansado pelo esforço feito no jejum do retiro espiritual. Durante a descida da montanha, Mikao Usui Machucou o dedo do pé em uma pedra, que passou a sangrar e doer muito, instintivamente ele colocou as mãos sobre o dedo e o mesmo parou de sangrar e doer. Após chegar em uma pousada para fazer sua refeição, Mikao Usui pediu um café completo, esse fato preocupou o dono do restaurante, pois este tipo de alimentação não era recomendável para quem acabou de vir de um jejum. Mesmo sendo orientado, Mikao Usui fez sua refeição sem nenhum problema de digestão. Ainda no restaurante Mikao Usui percebeu que a neta do homem que tinha lhe servido a refeição estava com dor de dente, como o seu avô era um homem pobre não tinha condições de levá-la ao dentista. Então Mikao Usui se ofereceu para ajudá-la, tocou a onde doía e logo após a dor e o inchaço diminuíram. Após uma caminhada de 25 quilômetros, para o monastério Zen, Mikao Usui soube que seu amigo, o abade ancião, estava doente sofrendo de dores terríveis de artrite. Mikao Usui colocou as mãos sobre a área afetada e as dores desapareceram.


1922 Mikao Usui inicia seus trabalhos com a Energia Reiki

Após redescobrir o Reiki e seus benefícios, passou a aplicar a técnica em seus familiares e amigos, ele se tornou um canalizador desta energia, que nos permite nos religarmos a nossa lâmpada interior, redescobrir a nossa verdade, a essência divina que trazemos dentro de nós.
Ele ficou tão maravilhado com o bem-estar que o Reiki trouxe em sua vida e das pessoas que ele aplicava o Reiki, que queria que outras pessoas assim também tivessem acesso à técnica. Passou então a ministrar cursos e formar novos professores de Reiki, porém seu grande sonho era que o Reiki chegasse às pessoas que mais precisassem, e que não tinham condições de conhecer a terapia. Desenvolveu trabalhos voluntários nas ruas de Kioto no Japão, naquela época o Japão não era a potência que é hoje, tinha muitos mendigos nas ruas, e ele sempre foi um homem muito bom, e começou a aplicar o Reiki em mendigos, o bem-estar era tanto que em pouco tempo as pessoas passaram a chamá-lo de Doutor Mikao Usui, embora ele não teve nenhum diploma de doutor, se referiam a ele assim pelo enorme bem-estar que o Reiki lhes proporcionava.

1922 Fundada a Sociedade de Cura Reiki Usui Ryoho Gakkai.

Em abril de 1922, o Mestre Mikao Usui fundou a Sociedade de Cura Reiki Usui Ryoho Gakkai, uma clínica em Harajuku, subúrbio de Tóquio.
A iniciação era feita em quatro níveis inicias, cada um com o intervalo necessário para o aluno trabalhar o assentamento da energia e a abertura dos canais energéticos.

1923 Mikao Usui é condecorado pelo Imperador Japonês.

Em 1923, o Mestre Usui foi condecorado pelo Imperador Japonês pelo seu trabalho de assistência social junto às vítimas do grande terremoto que assolou a capital japonesa.
Como já mencionado, naquela época o Japão tinha muita pobreza. Em pouco tempo muitos conheceram o Reiki, assim outros começaram a buscar está técnica, que muitos diziam ser uma chuva milagrosa em suas vidas.
Durante seus trabalhos nas ruas de Kioto no Japão Mikao Usui reconheceu alguns rostos, ou seja, pessoas que ele já tinha tratado; ficou então supresso e resolveu perguntar para um deles o porquê retornou as ruas como mendigos, foi então que um deles lhe disse:
- É mais fácil ser mendigo. Foi neste momento que ele acrescentou os cinco princípios no Reiki:

Só por hoje, não sinta Raiva e não fique zangado.
Só por hoje, abandone as Preocupações.
Só por hoje, agradeça as Bênçãos.
Só por hoje, faça seu trabalho honestamente.
Só por hoje, seja gentil com o próximo e com todos os seres vivos.

Vendo a condição daqueles homens que um dia ele havia ajudado, voltarem para o mesmo lugar, que ele pensou que era necessário tratar as pessoas no seu todo.
Por tanto a Verdadeira Cura se dá de dentro para fora, do interior de cada ser para o exterior. Reiki é uma luz que é acesa em nossas vidas, que nos permite recomeçar a enxergar a nossa luz.

1924 Dr. Chujiro Hayashi conhece Mikao Usui.

1925 Dr. Chujiro Hayashi é iniciado Mestre de Reiki, aos 47 anos.

1926 Desencarnou o Mestre Mikao Usui.

Em 09 de março de 1926 o grande Mestre Mikao Usui, encerra a sua jornada terrestre, ele teve apenas quatro anos para divulgar o Reiki. Ele em sua enorme humildade não se denominava mestre, e sim, apenas Sensei, que significa professor, porém eu o considero Mestre, pois para mim, mestre é aquele que proporciona uma profunda mudança na vida de seus semelhantes, por meios de ensinamento e atitudes, e ele teve atitude de colocar em pratica o que aprendeu compartilhou com outros os benefícios dessa luz maravilhosa chamada Reiki, e mesmo depois de seu renascer em outra morada, o sonho dele permanece, o sonho de que a cada dia possamos vivenciar o Reiki e seus princípios, isso para mim é sem dúvida fazer a diferença.

O legado da Terapia Reiki continua

Mikao Usui deixou o legado da Terapia Reiki com 20 mestres iniciados por ele.
Dos mestres iniciados por ele, Hayashi foi o único a se preocupar em levar Reiki para o povo.

O Mestre Hayashi

Chujiro Hayashi, nasceu em Tóquio em 15 de agosto de 1880, foi um famoso médico e oficial da marinha japonesa, vindo de família rica e influente, com clientes dentro da família real japonesa, Hayashi tinha uma clínica médica nos arredores de Tóquio, onde secretamente atendia e treinava alunos de Reiki. Foi lá que a Mestra Takata descobriu a técnica. Depois da morte de Mikao Usui, ele fundou sua própria associação e viu na Mestra Takata a sua sucessora.

1935 Takata adoece

Dos 12 anos aos 14 anos ela trabalhou com adultos no plantio de cana-de-açúcar e passou por outros empregos até trabalhar para uma escola, por 24 anos. Casou com Saichi Takata e teve duas filhas. Ele morreu com 34 anos e ela adoeceu seriamente em 1935, devido à dureza da vida nas plantações de açúcar. Uma semana depois da morte do marido, a irmã faleceu. Os pais já tinham retornado ao Japão. Takata guardava as cinzas do marido para enterrar no Japão como ele tinha pedido e foi para o Japão. Ela tinha sido diagnosticada pelos médicos norte-americanos como sendo portadora de tumores, pedra nos rins, apendicite e asma. Depois que depositou as cinzas do marido no Japão, Takata decidiu procurar um hospital para ser operada. Depois dos procedimentos e enquanto esperava sua vez, Takata fechou os olhos e meditou. De repente ouviu uma voz dizendo: “Essa cirurgia é desnecessária”, ela levou um susto, abriu os olhos, olhou ao redor e não viu ninguém. Tornou a fechar os olhos e ouviu novamente a voz. Ainda teimou e a voz aumentou o tom dizendo que falasse com o cirurgião. Ela saiu da maca, procurou o cirurgião e perguntou: “o senhor conhece outro tratamento que eu possa tentar? ”. O cirurgião argumentou que ela tinha pouco tempo e a idade, mas finalmente disse que conhecia alguma coisa que talvez ela pudesse tentar. O cirurgião então chamou a irmã dele, apresentou a Takata e foi levada à clínica do Dr. Hayashi, que era médico cirurgião. Na clínica do Dr. Hayashi ela foi tratada e certo dia pediu para ser iniciada naquela técnica, achando que era um procedimento médico que ela não conhecia. Os alunos tentaram convencê-la que era impossível porque ela era mulher. Numa dessas conversas, o Mestre Hayashi ouviu e interferiu. Explicou que aquela mulher não era japonesa e na terra dela (Estados Unidos) as mulheres eram “diferentes”, quer dizer, tinham direitos iguais aos homens. Ele pediu permissão à associação fundada por Usui, chamada Reiki Gakkai, para iniciar Takata, que também fez os treinamentos necessários em sua clínica — era uma clínica médica e ele aplicava Reiki e treinava alunos secretamente. Há quem diga que Hayashi teve que sair da associação Hayashi, desejava que o Reiki fosse uma técnica de alcance popular e não restrita como a sociedade fundada pelos demais mestres iniciados por Usui.

1938 Takata se torna Mestra em Reiki

No dia 22 de fevereiro de 1938, Takata fez o mestrado com o Dr. Hayashi, após um ano de treinamento intenso com o Dr. Hayashi, ela recebeu o mestrado no capital do Havaí.
Takata resolveu estudar e em 1938 completou estudos feitos na National College of Drugless Physicians, em Chicago, inclusive de anatomia.

1939 A primeira clínica de Reiki no Havaí

Em 1939 Takata abriu juntamente com o Dr. Hayashi, uma clínica de Reiki na Ilha Grande, Havaí.

1940 Desencarnou o Mestre Chujiro Hayashi.

O Mestre Chujiro Hayashi Treinou equipes de praticantes do Reiki, homens e mulheres, num total de dezesseis mestres. Abriu clínica de cura em Tóquio, onde aplicava Reiki junto com uma dieta de alimentos naturais. Também eram tratados casos graves, como câncer. Dr. Hayashi sistematizou a aplicação de Reiki e registrou os resultados dos tratamentos de diversas doenças. Antes de falecer o Mestre Dr. Hayashi reuniu a família e os demais mestres que ele tinha iniciado e comunicou que Takata seria sua sucessora do método Reiki.

Entre 1970 á 1983 É fundada a American International Reiki Association, AIRA.

Takata fundou entre 1973 e 1980, a Associação Americana Internacional de Reiki (AIRA). Foi a Mestra Takata, que trouxe o Reiki para o Ocidente, o que contrariava os hábitos japoneses da época, pois além de mulher, Takata era estrangeira. Takata era filha de imigrantes japoneses que vieram para as ilhas que formam o Havaí, trabalhar nas plantações de açúcar.

1980 Desencarnou a Mestra Takata

Em 12 de outubro de 1980 a Takata desencarnou, ensinou e trabalhou com Reiki por 40 anos. A Mestra Takata iniciou 22 mestres, japoneses e norte-americanos, por volta de 1970, e fez inúmeras viagens ao Estado da Califórnia (EUA), onde ministrou cursos, inicialmente organizados pelo ex-servidor da marinha norte-americana, John Gray, seu primeiro aluno de mestrado na Califórnia e que a conheceu quando servia no Havaí, e sua mulher Bete Gray que era reverenda.

1983 O Reiki chega no Brasil

O Reiki chegou ao Brasil em 1983, trazido por meio de um curso do mestre norte-americano Stephen Cord Saiki, da American Internacional Reiki Association (AIRA).

1988 Inicia-se a Divulgação do Reiki no Brasil

A psicóloga Claudete França, foi a primeira mestra em Reiki da América do Sul. Ela recebeu o treinamento completo no sistema Usui (tradicional), em 1988, em San Diego, na Califórnia (EUA).



domingo, 8 de fevereiro de 2015

Os pilares do Reiki




Os pilares do Reiki

Gassho, Reiji-ho e Chiryo constituem os três pilares do Reiki. Elas preparam o praticante para a aplicação do Reiki, aumentam o fluxo da energia do Reiki, ativam a orientação intuitiva e assim o tratamento é dado enquanto estamos num estado de “cura”.


Meditação Gassho

Esta é uma técnica de meditação ensinada no Shoden (Reiki I), e se pronúncia “gáshô”. Gassho significa “Duas mãos se juntando, unidas ou em prece” é o primeiro pilar do Reiki. Como diz Mikao Usui, “de manhã e de noite, sente-se na posição Gassho e repita essas palavras (os princípios do Reiki) em voz alta e no seu coração”.


1. Essa meditação poderá ser feita em pé, mas a maioria prefere fazer sentada. 15 minutos já são suficientes.
2. Feche os olhos. Coloque suas mãos em posição de prece com os dedos apontados para cima e os polegares tocando o chakra cardíaco, no meio do peito.
3. Focalize toda a sua atenção no ponto onde seus dedos médios se encontram. O dedo médio é o segundo dedo após o polegar.
4. Se surgirem pensamentos, tome ciência deles e depois os coloque de lado, delicadamente. Volte sua atenção novamente no ponto onde os dedos médios se tocam.
5. Conforme você continua praticando, você vai descobrir que conseguirá manter sua atenção fixada nos dedos médios por um período de tempo cada vez mais longo, sem que apareça qualquer pensamento.
6. É importante aceitar o fato de que pensamentos vão surgir. Quando isso acontecer, não pense que você tenha cometido um erro, porque isso é completamente normal. Porém tão logo você sinta que está focalizando em algum pensamento, coloque-o de lado, e volte toda sua atenção novamente no ponto onde 1.       seus dedos médios se encontram.
7. Quando você tiver chegado ao fim dessa Meditação, repita os cinco princípios do Reiki em japonês, meditando em cada um deles e respire profundamente varias vezes, trazendo sua atenção para seus olhos, e os abra, lentamente. 

Kyo dake wa
Ikaru – na
Shimpai suna
Kansha shite
Gyo-o hage me
Hito ni shinsetsu ni


Reiji-ho

                Esta é uma técnica de preparação ensinada no Shoden (Reiki I), e se pronúncia “leidjirrô”. Reiji significa “indicação do espírito ou intuição” e Ho significa “técnica” e é o segundo pilar do Reiki. Esse é um processo que nos prepara para dar um tratamento de Reiki. Ele envolve o uso do Gassho, uma pequena oração para o benefício do cliente e a focalização em nossa orientação intuitiva.

1.       Faça meditação Gassho, mas somente por um minuto, aproximadamente.
2.       Faça uma oração em agradecimento ao Espírito do Reiki e pedindo para que o mesmo comece a fluir agora.
3.       Faça uma oração por parte do cliente, solicitando que ele seja curado completamente.
4.       Peça ao espírito do Reiki que guie suas mãos para onde são mais necessitadas.
5.       Siga a sua orientação interior e permita que suas mãos sejam direcionadas pelo espírito do reiki. Observe quaisquer impressões internas que você possa receber e utilize-as para melhorar o tratamento.


Chiryo

                Esta é uma técnica de tratamento ensinada no Shoden (Reiki I), e se pronúncia “chíliô”. Chiryo significa “tratamento” e é o terceiro pilar do Reiki. O tipo de tratamento ensinado pelo Dr. Usui contava com a orientação interior e não com um pré-determinado conjunto de posições das mãos. Desta maneira, cada tratamento é único e focaliza aquilo que o cliente precisa para se tornar inteiro. Após a aplicação do Reiji-ho, continue a seguir sua orientação interior, permitindo que você seja guiado. Trate todos os lugares do corpo ou da aura que você ache necessário. Durante esse processo, se permita entrar num estado muito relaxado e se tornar uno com a energia do Reiki.

Shyam Sundar Prabhu 
Reiki Master 


sábado, 7 de fevereiro de 2015

Dai Koo Myo




Dai Koo Myo


É o símbolo mestre de mais alta classe que Usui ensino.

Dai Koo Myo cura a alma. É um símbolo utilizado apenas por reikianos com o terceiro nível ou mestrado.

Dai Koo Myo nos dá sabedoria ilimitada através da manifestação da Divindade Pessoal no plano físico. Ele nos auxilia a recuperar o equilíbrio interior e trazer a cura para o nível espiritual mais profundo. Nos permite curar o nosso Karma, levando a situações de nossa vida e as pessoas que nos colocam à prova e tornar possível uma cura real de nossos laços emocionais e medos interiores.

Dai Koo Myo estimula o Chakra da Coroa, desenvolvendo o nosso lado espiritual e a nossa conexão com o Divino. Nos auxilia a encontrar a nossa missão na vida, para lembrar o nosso plano de vida que tem marcado nossas almas antes da encarnação.

Dai Koo Myo significa: "A essência da sabedoria divina", "Grande Universo está brilhando em mim e me guia", "Casa da grande luz brilhante", "Leve-nos de volta a Deus" ou "Oh grande Deus, brilha em mim o seu universo e seja meu amigo".

Assim como outros símbolos, para ativar deve segui-lo com a mão dominante, visualizando e mencionando o seu nome três vezes, em atitude de voz alta ou mentalmente, confiante e firme.

Normalmente exibido em azul.

No Reiki, Dai Koo Myo representa as energias combinadas dos três símbolos anteriores, embora muito mais sutil. Ele é o primeiro grande símbolo e é utilizado em todo o trabalho de cura e proteção. Ele também é usado para expressar a energia ilimitada.

Dai Koo Myo tem uma vibração muito mais elevada do que Cho Ku Rei, portanto, seus níveis de energia e de cura são muito maiores, tanto na demonstração e transformação pessoal.

Dai Koo Myo faz a energia Reiki expandir e acelerar todos os efeitos dos símbolos Cho Ku Rei, Sei He Ki e Hon Sha Ze Sho Nen.

Dai Koo Myo também tem a capacidade para substituí-los. Ou seja, a vibração da Dai Koo Myo já inclui as vibrações dos símbolos Cho Ku Rei, Sei He Ki e Hon Sha Ze Sho Nen.

À medida que os corpos espirituais são afetados, depois se manifesta no corpo físico, que é baseado em como você está conectado (através dos pensamentos e desejos) a realidade. Assim, as curas são realizadas diretamente no mais alto órgão espiritual e com Dai Koo Myo é decretado a grande transformação e cura em todos os níveis de existência.

Uma das missões que têm esse símbolo é a de aumentar a nossa frequência vibratória. E é por isso que, se trabalharmos com ele todos os dias, podemos manter um alto nível de vibração e isso torna o acesso mais fácil com o mundo espiritual. Ou seja, mais fácil para nos comunicar com os nossos guias, mestres e mentores espirituais, canalizar a energia Reiki, meditar, realizar práticas de energia, entre outras. Este símbolo nos permite conectar com nossa essência divina, nos auxilia a esclarecer estes assuntos espirituais, até a fusão verdadeira.

CAMINO AL DESPERTAR


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Sei He Ki



Sei He Ki

O segundo símbolo do Reiki é o Sei He Ki e sua origem vem do budismo, conhecido na sua origem como Hrih e seus significados são: “Tudo o que está acima está abaixo” ou “o homem e Deus se tornam um” ou “a Terra e o Céu se reúnem" ou “chave do Universo” ou “assim na Terra como no Céu”.

“Também é o símbolo da purificação, o símbolo do equilíbrio entre forças contrárias e o símbolo da harmonia, Chamado também Símbolo Mental/Emocional. Seu uso constante equilibra o lado direito e esquerdo do cérebro, gerando harmonia e paz. É especialmente usado para curar problemas de relacionamentos e também em qualquer situação de disfunções mentais e emocionais tais como: nervosismo, medo, depressão, angústia, tristeza etc. Pode ser utilizado para curar hábitos indesejados ou vícios. 

Melhora e clareia a memória. Deve ser acrescentado no trabalho de afirmações ou decretos, pois penetra mais profundamente na mente inconsciente, intensificando e harmonizando o nosso próprio poder mental.

O Sei Hei Ki penetra em todas as camadas da nossa mente. Na ajuda a descobrir as causas escondidas dentro de nós, coisas profundas, guardadas em nossa memória inconsciente. 

Este símbolo é usado para ajudar a nos livrar dos percalços emocionais, diluindo os padrões negativos. Fica mais fácil curar, pois este símbolo faz a pessoa descobrir onde e qual é o problema a trabalhar. Traz à luz da consciência o que estava inconsciente e busca os padrões de pensamentos e de sentimentos negativos para modificá-los e transformá-los.

Quando aplicando o Reiki, devemos repeti-lo, principalmente sobre o chacra cardíaco, para a instalar e harmonizar a energia amorosa equilibrando os aspectos emocionais, e desenhá-lo no chacra do plexo solar, para limpar purificar e harmonizar as energias dessa região.

Recomendamos a utilização do SEI HE KI em todos os tratamentos, pois não existe um problema físico que não esteja ligado ao mental/emocional. Sua cor é o verde, a cor da cura do coração e do chakra cardíaco.”


Rosana Luiza Gomes